Publicidade

Magazine Luiza

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Sou virgem, não careta


Como tem sido difícil ser jovem e santo nesse mundo tão moderno.
Ainda mais se você for um jovem de sucesso, com bom emprego, boa aparência e popular, ou seja, alguém bem estabilizado.

São vários os jovens que se sentem “estranhos” no meio dos amigos. Quando o assunto é relacionamento, todos olham pra ele com um ar de caretice.


A escolha de quem decide não fazer sexo antes do casamento tem sido duramente criticada por várias pessoas que se acham liberal. Pra eles isso é um absurdo, viver numa época como a nossa e não ter tido uma “experiência sexual”.

Está sem tempo pra ler a Bíblia? Está se sentindo  RELAXADO com Deus? Vamos te ajudar. CLIQUE AQUI E CONHEÇA

Mas há pessoas que ainda apoiam essa escolha de quem decide ter intimidades com parceiros só após a troca das alianças. Os mais conservadores acreditam que quando realmente existe amor, não haverá problema algum em esperar o momento certo.
Mas encontrar uma pessoa que compartilha essa decisão não é uma tarefa fácil. Muitos jovens até encontram pessoas dentro das igrejas e começam um relacionamento, mas, muitos se sentem pressionados a ponto de ter que terminar. Em muitos casos, os “hormônios falam mais alto”…
Não é fácil viver muitas vezes como “a estranha” do grupo, porém, escolher esperar por grande amor é uma das coisas mais valiosas da vida.
Não se entregar para o primeiro bonitinho ou bonitinha é ter amor próprio.
O objetivo desse artigo é estimular você que se sente minoria no meio da sua turma, a não deixar se influenciar nessa decisão de se guardar para o GRANDE AMOR da sua vida.
Permaneça firme, pois, fazer sexo não é mais importante que viver o amor.
Gostou desse artigo? Receba nossos novos artigos em seu e-mail
Comente e Compartilhe com os amigos
Imagem de stockimages em FreeDigitalPhotos.net

DEIXA DEUS TE USAR, seja um obreiro aprovado (CLIQUE AQUI) Vamos te ajudar.

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Não tem milagre, e agora?


Há certos momentos em nossa vida que passamos por grandes dificuldades e até pensamos que não iremos aguentar. Nessas horas, percebemos o quanto dependemos de Deus e assim, pedimos sua intervenção, Seu milagre.

Claro que essa dependência é superimportante e precisa sim existir na vida de cada um de nós. 
Mas é preciso estar claro que nem sempre teremos a resposta que queremos ouvir, ou seja, podemos receber um “NÃO” a qualquer momento.

Mas se a resposta de Deus for um “NÃO” de todo tamanho, tenha certeza que pode não ser um ponto final naquele assunto. Talvez você não esteja preparado pra receber um sim naquele momento. 
E Ele quer que você fique um pouco mais amadurecido.

Nesse momento é que podemos ver os mais diversos tipos de reações e a maioria é como a criança que quer algo e os pais dizem “agora não”. Ela faz pirraça e chora.

É ai que sabe o que Deus espera de nós? Ele espera que O amemos mais, que o desejemos mais que o milagre em nossas vidas. Porque pode ser que Ele esteja provando a nossa fé, vendo até onde vai a nossa confiança e nos fazer perceber quem realmente somos. 
E a nossa volta tem muitos que amam mais os milagres que o próprio criador dos milagres e podemos em algumas situações nos incluir nesse bolo. 
Podemos chamar esse grupo de “Os Revoltados com Deus”.

Certa vez o apostolo Paulo recebeu de Deus uma resposta que talvez ele não esperasse: “Três vezes roguei ao Senhor que o afastasse de mim; e Ele me disse: a minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza.” (2 Co 12. 8-9)

Paulo insistiu com Deus por três vezes e recebeu NÃO em todas elas. O Senhor não iria ceder a petição dele, o milagre que Paulo buscava não iria vir. E pela resposta que Deus deu foi encerrando o assunto e colocando um ponto final.

Sabe qual foi a reação de Paulo diante dessa resposta? Ele não ficou irado, não fez beicinho, pelo contrário, ele se aproximou ainda mais de Deus. Paulo tinha consciência de que independente do milagre vir, seu amor por Deus deveria permanecer, pois, a decisão não dependia dele.

Deus é Deus com ou sem a manifestação do milagre.
Deus espera que nosso amor por Ele seja acima de todas as coisas.


Gostou desse artigo? Receba nossos novos artigos em seu e-mail 






segunda-feira, 1 de junho de 2015

O Correto é Aleluia ou Aleluias?

Saiba qual é o termo correto


É comum encontrar cristãos durante o culto de adoração a Deus, pronunciam a expressão “Aleluia”, porém, outros dizem “Aleluias”, porque ouviram e aprenderam que isso seria uma forma de reverenciar a Deus.
"Aleluia" uma transliteração que vem da língua hebraica e que na maioria das vezes usamos sem saber muito bem o que significa. Falamos um pouco disso em outro Post.
Mas, de fato, qual a forma correta de se pronunciar: “Aleluia” ou “Aleluias”?
  • Significado

O termo é formado por duas palavras hebraicas a primeira palavra é hallel, que significa “louvor”. A segunda é Yah que significa SENHOR. Juntas, formam a palavra “Halleluyah“. A forma latina de se escrever é “Aleluia” (no singular).
Encontramos essa palavra 24 vezes na Bíblia Hebraica, e quatro vezes na transliteração grega (ἀλληλούϊα) do Apocalipse (Ap 19.1,3,4 e 6).
Devemos entender que, independente da forma que é escrito, seja "Halleluyah", "ἀλληλούϊα" ou "Aleluia", a pronúncia é a mesma em todos os idiomas.
O plural da palavra não tem sentido devido à origem dela. Além disso, na Bíblia, em nenhum momento há o uso dessa expressão no plural.
Precisamos buscar graça e conhecimento para não ficarmos presos à religiosidade. Toda dúvida deve ser esclarecida e a melhor forma é consultando o nosso Manual, ou seja, a Bíblia Sagrada – Palavra de Deus.
Assim, “Aleluia” ao Único que é digno de receber a honra e a glória, a força e o poder. Amém.

O Significado de Aleluia?


Essa expressão Aleluia é uma transliteração que vem da língua hebraica e que na maioria das vezes usamos sem saber muito bem o que significa. Praticamente em todo culto é possível ouvir os irmãos fazerem menção dessa palavra.

A palavra aleluia é uma expressão de louvor a Deus como descrito nos livros de Salmos e Apocalipse e é formada por duas palavras hebraicas que, combinadas significam algo como “Louvai ao SENHOR”

A primeira palavra é  (הַלְּלוּ) Hallelu, que significa “louvor”.
A segunda palavra é  (יָהּ) Yah ou (Jah) uma forma contraída do nome próprio de Deus no Antigo Testamento, que significa (SENHOR). 
Juntas formam então a palavra “Aleluia” (Louvai ao SENHOR).

Exemplo de versículos onde ela aparece: 
“Bendito seja o SENHOR, Deus de Israel, de eternidade a eternidade; e todo o povo diga: Amém! Aleluia!” (Salmos 106. 48).

E, depois destas coisas ouvi no céu uma grande voz de uma grande multidão, que dizia: Aleluia! A salvação, e a glória, e a honra, e o poder pertencem ao Senhor nosso Deus (Apocalipse 19:1)



segunda-feira, 4 de maio de 2015

O Pão da vida


E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede. João 6:35


Nossa sobrevivência nesse mundo depende de uma busca pelo pão de cada dia, precisamos de alguma forma encontrar maneiras para nos sustentar. Porém, existe uma realidade muito maior que é a satisfação de nossa alma e espirito pelo pão verdadeiro que é Jesus Cristo.

O pão deste mundo satisfaz temporariamente; o pão vivo que desceu do céu satisfaz agora e para todo o sempre.

O primeiro satisfaz somente a fome material, ou seja, os desejos do nosso corpo, o segundo satisfaz os anseios da nossa alma. Nesse caso, a fome poderá ser de justiça, de amor, de esperança e de sentido para a vida.

Somente aquele que tem ouvido da parte de Deus e crido em seus ensinamentos, pela fé confessará a Jesus como único Senhor e Salvador e terá seus pecados perdoados e a fome saciada.


Não há melhor alimento para a humanidade, não há outro alimento que produza pleno sentido e satisfação para a vida. Só em Jesus encontraremos o verdadeiro alimento espiritual, e a fonte da água da vida.



quarta-feira, 22 de abril de 2015

A voz da Corrupção

“E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos...” (Romanos 12:2)

Nos últimos dias o assunto mais comentado, mais discutido entre os jornalistas e cientistas políticos e porque não dizer da população em geral no Brasil é a corrupção que temos presenciado em “todas” as esferas do governo.

A corrupção é um pecado que alcança pobres, ricos, brancos e negros... Não faz distinção.

Corrupção é uma palavra que vem do latim corruptus, que significa quebrado em pedaços. 


A corrupção se inicia quando nasce a insatisfação com aquilo que se tem e o desejo de obter além do necessário, ou seja, é a busca desenfreada pelo poder do “Ter e Ser”.

A humanidade ao dar ouvidos e atender a voz da corrupção (o inimigo) de nossas almas no Jardim do Éden se corrompeu, atraindo sobre si a maldição e a condenação. A sua desobediência e autonomia de Deus o escravizou, tornando-o perverso.

Somente dando ouvidos à voz de Jesus e aceitando o sacrifício na cruz do calvário é que a humanidade pode alcançar a liberdade que tanto precisa e deseja. O preço pago pelos pecados é capaz de transformar nossos corações e nos fazer novas criaturas.

E aquele ser desobediente, autônomo e escravo do pecado, agora sim, lavado, remido, restaurado pelo sangue de Jesus, é capazes de viver em sociedade de forma íntegra e plena.

 “Não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas, antes, porém, reprovai-as” (Efésios 5:11)

Que o Senhor nos ajude.

No amor,


Wanderson Sabino

Teologia Sem Mensalidade

Publicidade

Poderá gostar também de: