Publicidade

Magazine Luiza

quinta-feira, 4 de abril de 2013

FE EM DEUS




A FÉ me tomou pela mão e me levou aos lugares altos em Cristo Jesus.

Há momentos em nossa vida que tudo está uma maravilha.
Temos convicção do chamado ministerial, temos certeza da intimidade e comunhão com Deus, estamos bem financeiramente, ou seja, há uma prosperidade completa.
Nesse momento, estamos sorrindo e cantando... E ficamos acomodados. Afinal, está tudo bem.
Nada como uma rede, sombra e água de coco geladinha. Aí sim, está perfeito.

Mas e quando vem o dia mau? Por onde estará andando a nossa fé? E aquele belo sorriso e os cânticos de louvores, onde foram parar?

Esses são dias tristes em que os pensamentos e sentimentos se confundem. São dias em que as promessas de Deus parecem sonhos distantes, que as forças parecem desaparecer. Dias em que ferimos as pessoas com palavras e somos feridos até mesmo com um elogio. Sentimos culpa de tudo e não perdoamos ninguém por nada nesse mundo. Sim, esses são dias em que ficamos frente a frente com o nosso “eu” e dialogamos com ele. É o momento em que você precisa ter aquela conversa franca consigo mesmo. Afinal, é a sua fé que está em jogo.

As dúvidas surgem nesse contexto para nos tirar do foco. E isso aconteceu com o Profeta Ezequiel. O Senhor o levou para um vale de osso secos fez a seguinte pergunta: Filho do homem, porventura viverão estes ossos? Ezequiel 37:3
Observe bem a resposta do Profeta: E eu disse: Senhor DEUS, tu o sabes. 
Meu irmão, Deus pode tudo. Ele não precisava questionar o profeta, mas Ele queria provar a FÉ.
Veja que o Profeta não queria se comprometer. Ele estava se esquivando, sua fé naquele momento não estava cem por cento.

Jesus disse que se tivéssemos fé do tamanho de um grão de mostarda era o bastante para remover montanhas, ou seja, realizarmos grandes milagres em Seu nome.

O apostolo Paulo diz em Efésios 3:14: “Estai, pois, firmes...” Estar firme é confiar em Deus em todas as ocasiões. Os problemas e as dificuldades surgirão, mas quando confiamos no Senhor nada pode nos abalar, é Ele quem providencia a solução. A nossa função é simplesmente confiar, manter a fé ativa em Deus e seguir a voz do Senhor.

O Senhor é a nossa esperança. Quando descansamos nEle, temos paz ao deitar e ao levantar, no trabalho ou na sala de aula. Os problemas já não afetará seu emocional e seu relacionamento com as outras pessoas será uma bênção. 
“Disto me recordarei na minha mente; por isso esperarei. “(Lamentações 3:21)”. É isso, trazer à memoria aquilo que nos dá esperança. A salvação, a volta de Jesus e a morada no reino celestial... tudo isso deve ser a nossa esperança.

Precisamos aprender com as crianças. Elas confiam em seus pais incondicionalmente.
Se o pai diz vai, ela vai. Se ele diz faça isso ela faz sem receio algum. 
A criança confia que seu pai pode tudo, que ninguém é mais forte do que ele. Ela espera que ele vá protegê-la e cuidar para que nada de ruim lhe aconteça.

Nossa fé deve ser como a fé de uma criança, humilde, sincera e completamente confiantes no PAI.
O segredo é confiar em Deus.

Quando o dia mau vier ou até mesmo você acordar se sentindo triste sem motivo algum, olhe para o Senhor. Pare por alguns instantes e não precisa falar nada, só olhe para Ele.
Quando estamos olhando para Deus, a alegria dEle nos fortalece, nos alegra e transforma nosso dia. Quando percebemos, já não estamos lembrando do dia mau e aquela nuvem negra se foi, agora brilha sobre você a luz do Senhor e um lindo céu azul.

Que sejamos fortalecidos e consolados pelo Espirito Santo de Deus que habita em nós.

Em Cristo,

Wanderson Sabino

Teologia Sem Mensalidade

Publicidade

Poderá gostar também de: