Publicidade

Magazine Luiza

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Ouça o Clamor. Agora!!!



É possível ouvir gritos e não são poucos os que ecoam pelo mundo à fora. Quem pode ouvi-los?

A Bíblia nos diz: "Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas". (Apocalipse 2:29). Com isso é possível concluir que este grito é completamente diferente dos demais e só pode ser ouvido por aqueles que tem dentro de si o mesmo clamor.

A poucos dias atrás, ouvi algo que abriu os meus olhos e me fez refletir. O versículo era este: "Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre". (João 7:38) Dá pra imaginar a profundidade deste versículo? A Bíblia nos diz que somos a morada do Espírito Santo, então, temos este clamor ardente em nós. Nunca se pregou tanto sobre a volta de Jesus, por outro lado, nunca foi visto tanta iniquidade, falta de amor e apego a bens materiais. O pecado parece reinar em nossa sociedade, talvez pelo fato das pessoas se tornarem "tão" liberais e o avanço da tecnologia as impulsionarem para tal.

Existem aqueles remanescentes, não concordam com os ditames do mundo, vivem uma vida à luz da palavra. Sabem que em breve encontrarão com o Amado das nossas almas.

Enfim, de tudo isso o que se ver é uma grande correria para alcançar os perdidos, estão todos (ou quase todos) eufóricos querendo cumprir o ide do Senhor. Isso é muito bom, bom mesmo.

As pessoas correndo em meio ao deserto, gritando em alto e bom som: " O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho. (Marcos 1:15)

A história se repete. Num certo momento da história, surgiu no deserto um cara que todos diziam ser maluco, doido, outros diziam ser um profeta, pelo fato desse "maluco" trazer consigo uma mensagem radical que contrariava todos naquele periodo. Ele usava de muita autoridade em suas palavras, afinal, sabia do que estava falando.

Mas na verdade esse cara tinha um objetivo já estabelecido em seu coração, conhecer o Messias.

João Batista, como todos sabem recebeu de Deus uma missão que era preparar o caminho de Jesus, ou seja, anunciar que Ele viria para libertar o povo de seus pecados e dar a vida eterna. Mas o desejo de ver o Messias ardia em seu coração, isso fez com que ele entregasse a sua vida por completo em prol dessa missão. Parte dessa geração tem andado com Jesus, experimentado dos milagres dEle. E o que nos motiva assim como foi com João, é o fato de saber que um dia iremos nos encontrar e viver com Ele eternamente.

Esta paixão ardente por Jesus é o que vai nos manter de pé ao longo dessa caminha. É por ela que o Espírito Santo vai nos transbordar com o óleo da unção e nos encorajar para pregar as boas novas do Reino. Assim como foi feito com Pedro e João, homens de pouca instrução, pescadores, que após terem andado com Jesus, ficaram completamente apaixonados por Ele. E por isso foram cheios de poder e falavam com ousadia e intrepidez acerca do Reino de Deus.

A boca fala do que está cheio o coração. Quanto mais tempo você investir com Jesus, muito mais receberá dEle. Surgem perguntas: Quando as pessoas olham para você, o que elas vêem Jesus ou seus pecados? Elas acreditam no que você diz? Elas sabem que podem confiar em você?

Existe um clamor, você pode ouvir? É um clamor que invade todo o nosso ser, querendo mais intimidade com o Senhor. "E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai". (Gálatas 4:6)

Experimente aproximar um pouco mais de Jesus, abra seu coração pra receber o clamor do Espírito "Aba Pai".


Wanderson Sabino.

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Socorro!!! As nações clamam.





"Ele(Jesus), respondendo, disse-lhes: Porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas a eles não lhes é dado;
Porque àquele que tem, se dará, e terá em abundância; mas àquele que não tem, até aquilo que tem lhe será tirado." (Mateus 13)

Temos vivido e convivido com pessoas inconformadas.

Isso mesmo, inconformadas com a vida que tem levado, inconformadas de tanto trabalhar e não conseguir chegar a lugar algum, inconformadas porque tem vivido em um mundo que exige muito e não dá "nada" em troca.

Pessoas que dizem estar cansadas e que já não aguentam a vida que estão levando. Se sentem sobrecarregadas, sem tempo para as "coisas" pessoais e até mesmo para a família. Alguns dizem estar à beira da loucura.

Ao abrir a página do jornal ou ligar a televisão o que se vê e ouve são pessoas desesperadas por causa da "crise econômica". Muitos ficam desesperados porque perderam milhões nos investimentos e outros choram porque talvez será mais um dia sem o que comer.

É triste, mas é a realidade.

Tudo isso que temos visto e ouvido, são sinais da volta de JESUS.

E o mundo tem feito de tudo para deixar as pessoas ocupadas o bastante para não terem tempo para DEUS. Como consequência, o que temos visto não passa de uma sociedade cada vez mais individualista, capitalista, egoísta, ou seja, um povo com um profundo vazio dentro do coração.

Pare pra pensar um pouco como é a vida do ser humano. Ele nasce, começa a crescer e ao se tornar adolescente os pais e a sociedade de modo geral lhe diz como é a vida.
- Meu filho, você vai estudar se formar, arrumar um bom emprego, ganhar muito dinheiro, ficar rico e se aposentar.
Será que este é o sentido da vida, ganhar tudo que puder e depois morrer?
Creio que não.

Acho corretíssimo fazer um planejamento para a vida, mas penso que DEUS tem muito mais pra minha vida e pra você também.

Como disse Jesus em uma de Suas parábolas: " Pois que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?" (Marcos 8:36)

Temos o privilégio de conhecer Jesus um pouco mais, ser amigos dEle e a assim ter intimidade com Ele. O mundo não pode entender Suas palavras, não pode conhecê-Lo, e não adinta tentar que não vai conseguir ser íntimo dEle. O coração do povo está endurecido e soberbo, os olhos não querem vê-Lo porque nEle estão as marcas da cruz e os ouvidos estão tapados para não ouvir a mensagem da salvação. Enfim, não querem compromisso com Deus.

Se você tem compromisso com Deus, permaneça, Ele é fiel para lhe dar muito mais unção e disposição para seguir rumo ao alvo, que é a eternidade com Jesus.

Lembre-se: quanto mais você gasta a sua vida com Reino de Deus, ajudando as pessoas, pregando o evangelho da salvação, buscando intimidade com Ele, muito mais vida, paz, saúde e regozijo no espírito Deus lhe dará.

Tente lembrar como é tão bom a sensação de matar a fome de alguém. Que gostoso não é? Que paz sentimos não é? Sensação de dever cumprido.

Mas Deus quer mais. Ele disse para matarmos a fome da sociedade com a Sua palavra. "E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura..." (Marcos 16:15).

O povo clama por socorro, têm fome de Deus, mas quem poderá ir, ou orar ou até mesmo contribuir?

Vamos atender este socorro...




Wanderson Sabino.



terça-feira, 16 de setembro de 2008

Geração Escolhida


Faz algum tempo que estou sentindo uma grande inquietude, apoquentação, nervosismo, preocupação ou a definição que você achar melhor.


A verdade é que nossa geração está passando. Aquela geração que por volta de 2001/2002 estava cheia de planos quanto ao Reino de Deus, que participava de acampamentos e encontros de avivamento onde todos foram cheios do "poder de Deus", essa geração está sucumbindo. Ela ainda é chamada de Geração Forte, porém o que se vê é o contrário. Uma geração cada vez mais fraca, doente, que se contenta com os chavões do tipo: "Geração Profética, Geração Santa, Geração que vai marcar o mundo ou Geração Escolhida ?" A qualquer hora a doença pode se agravar e o resultado será a morte dela.

E aqui estou eu, vendo a minha geração passar...

Não é aqui que eu quero estar, a minha vontade é de sair por aí com vocês gritando em alto e bom som pelos quatro cantos dessa Terra anunciando as boas novas de Deus, que o Senhor está voltando e que o avivamento chegou. Dizer também pra ouvirem o que as pessoas nos altares estão falando, simplesmente pelo fato de serem "de Deus". Mas não posso assumir esse risco, minha consciência me confrontaria e não deixaria eu mentir. Sendo assim me restam apenas duas alternativas, calar e deixar que cada um se vire sozinho (o que me deixaria com um peso na consciência) ou encarar os fatos e falar.Eu prefiro falar. Sei que muitos não irão gostar, mas não estou aqui pra fazer a minha ou a sua vontade. "Importa que Ele cresça e que o Seu reino se estabeleça".

Amo a nossa nação e isso é verdade, mas é realmente perturbador a quantidade de mentirosos que existem no meio dos crentes. Pessoas que só têm "lero-lero". Será que ninguém pensa antes de abrir a boca? Fala de santidade e vive no pecado com a desculpa de que pode pedir perdão a Deus. Dizem que amam a Deus, mas na primeira oportunidade se entregam aos braços desse mundo. Falam em revolução, porém não encontramos ninguém com compromisso suficiente para se revoltar contra o pecado, ou seja, não há revoltados. O que se ouve são apenas palavras jogadas ao vento e que quem quiser se apegar a alguma delas que então pegue. Não sou o único a perceber tudo isso. Aquele pra quem você fez votos, derramou lágrimas de crocodilo e até mudou a entonação na voz para demonstrar a sua sinceridade, Ele sabe de tudo.

Por onde anda os adoradores extravagantes? Já não os vejo mais.

O problema todo, acredito que não está em quebrar os votos feito com Deus, embora o livro da vida nos ensina a não fazer votos de tolo, mas o principal problema está na inssistência dos líderes em querer profetizar coisas grandes para esssa geração, ao passo que deveríam alertar que o tempo está se esgotando, que o fim vem e que não podemos perder tempo.

Chega de congressos e acampamentos gospel, é hora de acabar com o oba-oba. Precisamos fazer como muitos que marcaram suas gerações por exemplo : Davi, Daniel, Jesus, Billy Graham, Joyce Meyer e tantos outros.

Fico de Face com essa idéia de "vamos escrever a história de Deus nessa nação", porque ela não sai dos projetos. Todo final de ano nas assembléias é o mesmo papo de que o novo ano será diferente, porém onde estão as pessoas que conseguimos alcançar pra Jesus? Porque as cadeiras continuam vazias e o entusiasmo, a motivação de muitos já não existe mais ?

Por mais doído que seja, a verdade é que o nosso fim está próximo. Esta geração está passando e não adianta fazer cara feia ou brigar com aqueles que estão se dispondo, se levantando pra fazer aquilo que você com a sua unção de sofá não fez. A triste verdade é que tempo e fruto falam bem mais alto que os gritos de gritarras e baterias desafinadas que ecoam tentando impressionar todo sábado à noite nos cultos (quase vazios) de jovens.

Pode crer que essa geração está se apagando. Ainda creio que uns poucos ainda farão história nessa nação. Não podemos negar o chamado de Deus para esta geração. O fato de responder ou não são outros quinhentos. Se ela preferiu pegar a sua parte e gastar como fez o filho pródigo ou guardar o seu talento com medo de perdê-lo só Deus poderá julgar no dia do Juízo Final.

Hoje muitos estão casados, tem filhos, outros estão por aí meio perdidos sem saber o que fazer da vida ou ainda vivem das lembranças daquele tempo em que Deus estava chamando essa geração. Alí foi derramado um poder sobrenatural, onde todos gritavam desesperados por fazer a vontade de Deus. Queriam ser levados aos confins da Terra para pregarem a mensagem da cruz. Mas eles não foram... Houve planos, sonhos, mas só ficou no papel. Hoje é possível acompanhar algumas mensagens de motivação, mas... o tempo está passando.

Todo aquele potencial disperdiçado, em busca de dinheiro, diplomas, cargos e reconhecimento humano. Todo aquele poder recebido foi inútil se é que posso dizer assim. Se não serviu pra cumprir o propósito para o qual foi estabelecido, então se tornou em nada.

Mas apesar de tudo isso existe uma boa notícia. Afinal, servimos um Deus de boas novas. Como dizia o nosso amigo Davi: "Enquanto há vida, há esperança". Creio que se alguns ainda dessa geração que estão cansados de ouvirem aquelas mensagens de puxa saco, se levantarem com compromisso, tenho certeza que a próxima geração será influenciada.

Meu desejo é um dia poder ouvir a seu respeito, saber que você se cansou de ficar no sofá e decidiu compartilhar com o mundo a unção recebida. Porque dessa vez você resolveu atender ao chamado de Deus. Agora vá, Jesus está à porta, o tempo está se esgotando e o fim vem.
Faça tudo por amor a Deus e não por medo de ir para o inferno. Tudo isso é só até que Ele venha.

Wanderson Sabino.

terça-feira, 22 de julho de 2008

Quem pode ajudar ?








"Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando,

voltará sem dúvida com alegria, trazendo consigo seus molhos."


Salmos 126.6



Temos ouvido várias mensagens acerca de missões. O que fazer, como fazer, cursos à distância, como ser um missionário aprovado por Deus e asim por diante.


O papel missionário nos dias atuais está se desviando do propósito de Deus. Não digo que não seja importante passarmos por um treinamento antes de irmos à campo, é muito importante para que se desenvolva um ótimo trabalho. Mas qual é realmente a visão destas escolas, será missões?



Temos que nos atentarmos para o chamado de Deus em nossas vidas. Existem pessoas perdidas sem saber o que fazer e muitas vezes querendo fazer o que o outro está fazendo, de repente porque acha "bonitinho" ou porque os irmãos de tal ministério estão se destacando.


Enquanto vidas clamam por socorro, nós muitas vezes estamos discutindo cargos na igreja local.


É necessário estar em sintonia com o Espírito Santo para não fazermos os nossos desejos, por mais que pareçam bons. Como diz o dito popular: "de boas intenções o inferno está cheio."


Ninguém melhor para nos mostrar a direção do que o Espírito Santo.


Na verdade não era este assunto que eu queria compartilhar, até porque o meu coração está doendo só de pensar em missões. Mas... fazer o quê? Temos que fazer não a nossa vontade, mas a de Cristo que nos enviou.


Abraços,


Wanderson Sabino.



quinta-feira, 17 de julho de 2008

Hoje é hoje.




Hoje é hoje.
É o que muito dizem ao se levantar pela manhã.
Já acordam como se estivesem de mal com Deus e o mundo. Isso muitas vezes sem nenhum motivo, pelo menos aparente. Independente de classe social, religião, se tem ou não tem dinheiro no bolso, isso não faz a menor diferença. Acordamos de mau-humor e pronto. Não queremos conversar com seu ninguém e se vem puxar papo damos àquela resposta que é pra não render assunto. Ufa !!! Até eu senti, agora que estou me lembrando das vezes que acordei desta maneira.
Mas nada como acordar e ver que tudo é belo... Olhar pela janela e ver aquele dia ma-ra-vi-lho-so, mesmo que esteja nublado. Dar e receber aquele Booooommmm diiiiiiaaaaa!!!! Isso me faz lembrar das palavras do sábio Salomão: "O coração alegre aformoseia o rosto, mas pela dor do coração o espírito se abate." (Pv 15:13)

E saber que ninguém tem culpa do nosso mau-humor... me parte o coração só de lembrar.Mas apesar de tudo, é importante saber que temos um pouquinho dos dois. Quando estamos de bem com a vida todos querem se assentar ao nosso lado e se possível for querem até nos carregar nas costas, mas, se estamos de mau-humor, sai de baixo. Ninguém quer ficar do nosso lado e parece até que estamos com cheiro ruim.

O importante disso tudo é que devemos amar uns aos outros sempre. Independente do bom ou mau-humor do próximo. Porque Em quaisquer das circunstâncias, devemos saber que Deus continua a nos amar intensamente, sem sombra de variação. Ele não muda! "Se formos infiéis, ele permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo." (2Tm 2:13). Deus não nos ama pelo que nós fizemos a Ele, mas pelo que Cristo, o Seu Filho, fez por nós ("Nós o amamos porque ele nos amou primeiro." (1Jo 4:19).


quarta-feira, 16 de julho de 2008

O perdão de Deus


Muitos não acreditam na diferença que faz ao perdoar e ser perdoado.
A maioria das pessoas entendem que se estão com a "razão", se não tem culpa alguma, então, não é necessário se humilhar diante do outro e pedir perdão pela situação que lhes acorreram.
Mas Jesus nos deixou ensinamentos valiosos. E um deles é que devemos amar ao nosso próximo como amamos a nós mesmos.
Difícil tarefa nos dias atuais.
Mas tenha certeza que Deus nos dará forças e domínio próprio para conseguirmos perdoar e pedir perdão. (Mc 12.28-34)

Teologia Sem Mensalidade

Publicidade

Poderá gostar também de: