Publicidade

Magazine Luiza

segunda-feira, 9 de março de 2009

Geração Diferenciada

"E andou Enoque com Deus, depois que gerou a Matusalém, trezentos anos,
e gerou filhos e filhas.

E foram todos os dias de Enoque trezentos e sessenta e cinco anos. E andou Enoque com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou." (Gn 5:22-24)

Noé, porém, achou graça aos olhos do SENHOR.

Estas são as gerações de Noé. Noé era homem justo e perfeito em suas gerações; Noé andava com Deus. (Gn 6:8,9).

Andava com Deus. Hoje quase não se houve pessoas dizerem isso de alguém.
Parece que tudo está tão igual, ninguém é "diferente" de ninguém.
O que tornava os dicípulos e todos os outros personagens bíblicos tão diferentes, afinal, eles também não viviam em uma época tão cheia de pecados?

Veja o caso de Noé, vivia em um período tão "podre" que Deus já não aguentava mais o cheiro de pecado da humanidade, então resolveu acabar com ela.
Mas Deus encontrou um homem que andava com Ele. Este homem era Noé, ele se destacava pelo fato de ser justo e perfeito diante de Deus.
Acredito que desde criança lhe foi ensinado a andar com o Senhor.

Como vimos em Genesis 5, o seu bisavô Enoque andava com Deus. E foi tão amado que o Senhor resolveu leva-lo sem que este experimentasse a morte, ou seja, Deus o arrancou desta Terra sem dor e sofrimento. Isso nos dá o entendimento de que Noé desde criança via o testemunho de vida de seu bisavô. Um homem temente e que procurava fazer a vontade de Deus.

Mas a terra estava contaminada, não havia qualquer possibilidade de regeneração. Deus já havia se arrependido de ter criado o homem e decidido que iria acabar com tudo e todos. Mas Deus é amor e quem ama não destrói e sim, procura reconstruir.
Deus dá uma nova oportunidade para a humanidade e é através da família daquele que o buscava com toda sinceridade. Deus encontrou Noé.

Mas disso tudo o que me deixa tão maravilhado é o fato de Noé se diferenciar de toda a humanidade e, não apenas ele, mas o seu bisavô Enoque que foi levado ao céu.
Imaginem que experiência...

Deus ainda procura pessoas assim como Enoque e Noé para andar com Ele, praticando a justiça e integridade, sendo santos e irrepreensíveis.
Pessoas que Ele pode confiar, que não sejam influênciáveis ou seduzíveis por mais traiçoira que o ambiente seja. Alguém que seja realmente apaixonado por estar diante de Deus.
Hoje, essa geração precisa deixar-se influenciar pelas gerações passadas que andaram com Deus, fizeram a vontade dele e completaram a carreira. E não pelos modismos do mundo.
Mas graças a Deus que sempre haverá os remanescentes, aqueles inconformados com o pecado que ronda este mundo. E não importa o tamando da sujeira que nos rodeia, a vida é cheia de escolhas. Se queremos ser santos é preciso fazer a escolha certa. Não há justificativas para o pecado, como vimos Noé viveu num período "podre".

Façamos então a escolha certa e amanhã seremos lembrados como "alguém que andou com Deus".

Abraços,

Wanderson Sabino.

Teologia Sem Mensalidade

Publicidade

Poderá gostar também de: